M1 Tecnologia

Uma empresa com foco no mercado governamental

M1 Tecnologia



Mergulhadores de combate ucranianos voltam a treinar golfinhos para finalidades militares


via O Informante de Michel Medeiros em 11/10/12


 


 


Os mergulhadores de combate das Forças Navais Ucranianas (Viys’kovo-Mors’ki Syly Ukrayiny –VMSU) retomaram o programa de treinamento com golfinhos para finalidade militar, declarou hoje uma fonte ucraniana.

“Atualmente dez golfinhos Afalina estão sendo submetidos a treinamento no aquário de Sevastopol. Os militares ensinam estes animais a localizar objetos no fundo do mar”, comentou a fonte.

Na União Soviética existiu um programa de treinamento de golfinhos para defesa. Em Sevastopol, estes golfinhos localizavam minas no solo marinho e podia “despir” os soldados inimigos, bem com atacar embarcações com explosivos que carregavam em suas cabeças.

Depois que a URSS ruiu e a Frota do Mar Negro foi “repartida”, a unidade militar onde se realizava o adestramento dos golfinhos passou para a parte ucraniana, junto com os especialistas. Durante um tempo, os golfinhos foram utilizados para fins pacíficos e no tratamento de crianças com necessidades especiais.

“Hoje estudamos adestrar os golfinhos para contra os mergulhadores inimigos e progeter os navios atracados na baia e na enseada”, disse a fonte ucraniana.

Atualmente só existem dois centros de adestramento de golfinhos militares no mundo: um na base naval de San Diego, Califórnia, EUA; o outro em Sevastopol.

Segundo uma reportagem da BBC de 8 de março de 2000, a Rússia vendeu ao Irã vários golfinhos adestrados para práticas militares. Pode ser que o Irã tenha desenvolvido um centro similar ao americano e ao russo.

Tratando-se de programas de treinamento militar de animais na Rússia, esse país não faz qualquer menção.

O analista militar russo, Igor Korotchenko, membro do Conselho Publico subordinado ao Ministério da Defesa da Rússia e diretor da Revista Defesa Nacional, disse que os golfinhos podem ajudar a salvaguardar a segurança dos navios da Frota russa do Mar Negro e das Forças Navais da Ucrânia nas baias de Sevastopol.

“A experiência ucraniana merece atenção: A utilização de golfinhos militares nas baias de Sevastopol, onde está situados os navios militares e ucranianos, respondem os interesses de ambos os países e é importante fator na contra operações diversivas do inimigo”, disse Korotchenko.